25 janeiro 2014

[Nova York 2013] 4º dia: Lower Manhattan / Brooklyn Bridge

Mais um dia cheio pela frente! E o calor do verão só aumentando!

Hoje vamos descer até a parte mais baixa da ilha de Manhattan. Porém, as principais atrações que iremos visitar se concentram mais no distrito financeiro de NY, perto da famosa Wall Street.

Então vamos começar nosso passeio?

ROTEIRO ORIGINAL (Domingo – 23/06/2013):

Charging Bull
Passeio de barco (CityPass)
Wall Street
South Street Seaport - Pier 17 (almoço)
9/11 Memorial
Brooklyn Bridge
Jantar: Carnegie Deli

RELATO DO DIA:

Hoje, tomamos café da manhã na Starbucks que fica em frente ao hotel. Geralmente, pedimos dois Ham & Swiss Paninis (sanduíche de queijo e presunto), um cappuccino pequeno, uma fatia de bolo e um copo de frutas.

Depois, seguimos para a estação de metrô para fazer o itinerário extraído com antecedência do site da MTA (Metropolitan Transportation Authority), conforme abaixo:

Entrar na estação 57th St - 7th Av sentido Downtown, linhas N/Q/R.
Pegar o metrô da linha R que termina na estação 95th St - Bay Ridge.
Descer na estação Rector St.

Estava indo tudo bem, quando, de repente, a linha do metrô deixou de ser subterrânea e vejo pela janela o Pier 17 e a Brooklyn Bridge passando ao longe! Descobri depois que estávamos passando pela Manhattan Bridge rumo ao Brooklyn. É claro que a certinha e toda planejada aqui começou a ficar desesperada! Descemos na estação seguinte (não me perguntem o nome) e estava uma zona! Simplesmente, a estação em que descemos estava em obras, com vários homens trabalhando nos trilhos, muita poeira e muito barulho. Tentei manter a calma para nos localizar e conseguir pegar uma linha que voltasse para Manhattan, ou seja, no sentido Uptown. Enquanto esperávamos o metrô, percebi os cartazes avisando a alteração das rotas neste exato domingo! Que sorte hein?! Enfim, pegamos o metrô e descemos na estação Canal Street, que fica em Chinatown, e de lá pegamos uma linha para a estação Bowling Green. Ufa! Depois da emoção inicial, pudemos começar nosso passeio pelo distrito financeiro!

Saímos do metrô bem próximo à estátua Charging Bull, porém já estava impossível se aproximar para tirar fotos, isto porque passava só um pouco das 10 da manhã.

Seguimos direto para o Battery Park, de onde saem os passeios de barco da Statue Cruises (incluído no CityPass). Como a Estátua da Liberdade e a Ellis Island estavam interditadas por conta do furacão Sandy, não era possível descer em nenhuma das duas atrações. Porém, este passeio é a forma em que podemos chegar mais próximos à Estátua da Liberdade para tirar fotos.

Battery Park

Os prédios do distrito financeiro da Lower Manhattan, incluindo a nova Freedom Tower.

Empire State Building ao fundo.

Uma vista mais ampla da Lower Manhattan.

Ellis Island

Estátua da Liberdade

Um "close" da Lady Liberty!

Brooklyn Bridge

Pier 17 e Brooklyn Bridge, que estava em reforma.


O dia estava simplesmente lindo! O passeio dura em torno de uma hora e gostamos muito. Super recomendo!

Descansamos um pouco no Battery Park e aproveitamos para lanchar um típico hot-dog, porém não estava tão bom quanto o do Central Park.

East Coast Memorial, no Battery Park.


Daqui seguimos rumo a Wall Street. Passamos novamente pela estátua Charging Bull e tinha mais gente ainda! Todo mundo querendo pegar no saco do touro, pois dizem que dá sorte! Tirei uma foto de longe só para constar!

Estátua Charging Bull rodeada de gente querendo tirar fotos!

Entramos na Wall Street e seguimos rumo ao South Street Seaport (Pier 17).

A bolsa de valores de NY na Wall Street.

Estátua de George Washington em frente ao Federal Hall.


Neste momento, o calor já estava ficando difícil de aguentar, um sol muito forte na moleira! Porém, continuamos caminhando até chegarmos ao South Street Seaport, onde fica o Pier 17, com um complexo de lojas e restaurantes, onde tínhamos esperança de almoçar, descansar e ter uma vista privilegiada da Brooklyn Bridge.

Pier 17 em South Street Seaport.


Quando entramos no Pier 17, o ar condicionado foi um alívio! Aproveitamos para ir ao banheiro e descansar um pouco. Depois saímos à procura de um restaurante bem avaliado, o Johnny Rockets, porém, depois de dar trocentas voltas atrás do restaurante, descobrimos que o mesmo ainda estava fechado por conta dos estragos causados pelo furacão Sandy. Uma pena! A praça de alimentação do shopping era muito fraca e acabamos comendo mal - pizza e um sanduíche de frango horrível. Depois fomos ao terraço e apreciamos a vista da Brooklyn Bride.

Vista da Brooklyn Bridge a partir do Pier 17.


Vou ser bem sincera... achei esse Pier 17 o maior pega-turista. Não gostei das lojas e muito menos da praça de alimentação. O local só valeu a visita por conta da vista e, é claro, para fugir do calor!

Depois, continuamos nosso passeio seguindo pela Fulton Street rumo ao 9/11 Memorial Preview Site para garantir os passes de visitação do memorial, que são gratuitos. Pelo caminho, já era possível ver a Freedom Tower, ainda em construção, situada no novo complexo do World Trade Center e que será o prédio mais alto dos EUA.

Fulton Market

Freedom Tower


Chegando ao 9/11 Memorial Preview Site, entramos na fila para pegar os passes de visitação. Aproveitamos para fazer uma doação simbólica e fomos aguardar o horário da visitação na St. Paul's Chapel, que fica logo em frente. Esta pequena igreja, depois dos atentados de 11 de setembro de 2001, serviu como local de descanso e refúgio para os trabalhadores e voluntários que ajudaram nos resgates. Os bancos centrais foram todos retirados para ampliar o espaço e abrigar o maior número de pessoas possível, e assim permanece até hoje, como uma forma de contar parte da história de um evento que com certeza marcou o mundo.

Fachada da St. Paul's Chapel, em reforma.


Quando chegou o horário de visitação, seguimos para o memorial que fica a umas três quadras da igreja. Havia uma fila que fluía bem e raio-x para passar as bolsas e similares. Dentro do memorial, o clima é bem triste e conseguimos ter uma noção do tamanho da área que foi destruída. No local das torres gêmeas foram construídas piscinas onde foram gravados os nomes das pessoas que morreram na tragédia.

Piscina Sul

Piscina Norte


Daqui, seguimos para o City Hall Park, onde começa a Brooklyn Bridge. Mas estávamos tão estafados por conta do calor intenso que resolvemos pegar o metrô da estação City Hall e voltar para o hotel. Infelizmente, caminhar pela Brooklyn Bridge ficará para uma próxima visita a NY!

Brooklyn Bridge


Chegamos ao hotel... ainda bem que na volta não tivemos nenhuma surpresa no metrô! Descansamos um pouco e resolvemos jantar no P.J. Clarke's ao invés da Carnegie Deli.

Abaixo, o mapa do trajeto aproximado percorrido a pé, algo em torno dos 5km.


View 4o dia - roteiro in a larger map


Avaliações de alguns dos lugares visitados:

- Charging Bull
- Statue Cruises (passeio de barco)
- South Street Seaport (Pier 17)
- St. Paul's Chapel
- 9/11 Memorial
- Jantar: P.J. Clarke's

ESTIMATIVA DE GASTOS (exceto compras):

camareira: 2.00
café da manhã: 30.00
almoço (Pier 17): 40.00
lanches: 30.00
jantar (Carnegie Deli): 30.00

GASTOS EFETIVOS:

camareira: 2.00
café da manhã: 21.20 (economizamos!)
almoço (Pier 17): 21.80 (economizamos muito!)
lanches: 13.00 (economizamos muito!)
jantar (P.J. Clarke's): 90.00 (gastamos muito acima do previsto!)
doação (9/11 Memorial): 6.00 (não previsto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...