02 março 2014

[Uruguay/Argentina 2014] 3º dia: Punta del Este

ROTEIRO ORIGINAL (Segunda – 03/02/2014):

Bairros nobres de Bervelly Hills e El Golf
Puente Leonel Vieira
Escultura La Mano
Hotel e Cassino Conrad
Almoço: Lo de Tere (reservado para às 12:30)
Passear pela Península
Lanche: Churros Manolo
Fim de tarde: Puerto de Punta del Este
Jantar: Las Charruitas

RELATO DO DIA:

Acordamos com a esperança de um dia de sol, porém, o dia já começou com uma leve chuva. Que chato!

Enfim, tomamos café na área externa da pousada, perto da piscina. A moça que nos atendeu foi muito simpática e atenciosa, nos trouxe queijo, presunto, leite, e um suco de laranja maravilhoso, feito na hora. Pode não haver uma grande variedade de itens no café da manhã, porém, tudo é muito gostoso, o doce de leite então! O ambiente estava tão agradável que não dava nem vontade de sair, ainda mais com chuva!

Área de lazer da pousada.

Área externa onde tomamos café da manhã.

Nosso café da manhã simples e delicioso!

Suquinho de laranja feito na hora. Tudo de bom!

Doces do café da manhã, com o delicioso doce de leite!


Saímos para passear de carro e tentar fazer os passeios programados. É impressionante como Punta del Este está um verdadeiro canteiro de obras, com prédios residenciais saindo por toda a Rambla (avenida costeira) e é só condomínio de luxo! Deve ter muita gente super hiper mega rica para comprar todos estes imóveis em Punta!

Primeiramente, fomos até a Puente Leonel Vieira em La Barra, uma ponte ondulada bem interessante. O legal é passar rápido de carro por ela, pois dá um friozinho na barriga!

Paramos o carro num gramado ao lado direito da pista, antes de passar de volta pela ponte (sentido Barra-Punta), para tirar fotos da estrutura. Só o tempinho que o marido abriu a janela do carro para tirar fotos da ponte, um monte de mosquitões assassinos invadiu o carro! Socorro!

Puente Leonel Vieira.


Daqui, voltamos para a Península para visitar e tirar fotos da escultura La Mano, que fica na Playa Brava. Estacionamos o carro em um estacionamento bem próximo, com entradas pela Calle 31 (Inzaurraga) e pela rotatória da Bulevar Artigas. Como ainda era cedo e o tempo estava ruim, havia pouca gente visitando a escultura.

Escultura La Mano.

Escultura La Mano.


Depois, pegamos o carro e seguimos para a Playa Mansa, onde está o Hotel e Casino Conrad. Estacionamos o carro na Rambla e tentamos passear um pouco a pé, porém o chuvisco estava irritante! E estávamos apenas com um guarda-chuva pequeno para nos proteger.

Hotel e Casino Conrad.

Playa Mansa.


Depois seguimos de carro para a Península e estacionamos na Rambla del Puerto, perto do restaurante Lo de Tere, onde iríamos almoçar. Passeamos um pouco pela Rambla. Tudo muito bonito, bem cuidado e limpo. Impressionante como, mesmo chuviscando, havia muitas pessoas caminhando e correndo pela Rambla. Nada espanta esse povo de fazer exercícios físicos!

Puerto de Punta del Este.

Puerto de Punta del Este.

Rambla del Puerto.


Perto das 12:30, fomos ao restaurante Lo de Tere para o almoço. Ainda bem que fiz reserva, pois haveria um evento para 90 pessoas e não estavam aceitando ninguém que não tivesse com reserva. Como chegamos cedo, o restaurante era só nosso!

Dica Importante: As quatro primeiras mesas que ingressam antes das 13h para almoçar ou antes da 21h para jantar recebem 40% de desconto. E, todos que chegam antes das 13h ou antes da 21h recebem 20% de desconto.

Fachada do restaurante Lo de Tere.

Ambiente interno.


O ambiente estava muito agradável e tranquilo, com uma seleção musical sensacional, ótimo para um almoço romântico!

De prato principal, pedimos um filé acompanhado de batatas e um nhoque ao molho de queijo. Pedimos, ainda, uma garrafa pequena de vinho uruguayo. Enquanto o prato não vinha, o cubierto foi servido e saboreamos nosso vinho, que estava ótimo.

Cubierto.

Cubierto.

Apreciando um bom vinho uruguayo!

Filé e nhoque.


Estava tudo ótimo. Foi um dos melhores restaurantes onde comemos nesta viagem. E para ficar tudo ainda mais perfeito, recebemos o desconto de 40%, que é dado às primeiras 4 mesas ocupadas antes das 13h. Comemos em um restaurante chique, considerado um dos melhores de Punta del Este, com ótima comida, atendimento atencioso e ainda pagando muito mais barato que nos outros restaurantes que fomos. Super recomendo!

Veja minha avaliação sobre o restaurante Lo de Tere no TripAdvisor.

Após o almoço, a chuva piorou bastante, e o vento estava forte. Tivemos que aguardar no hall de entrada do restaurante até a chuva diminuir um pouco. Quando saímos, arriscamos um passeio, porém estava impraticável por conta do vento forte. Só foi possível tomar um sorvete de dulce de leche granizado na Arlecchino Gelato (entre as Calles 19 e 21), por sinal delicioso!

Pegamos o carro e voltamos para o hotel. Durante a volta, fomos rodeando a Península. Uma pena tanta chuva. Punta deve ser ainda mais bela com sol e céu azul.

Dormimos um pouco e mais tarde voltamos a sair. Passeamos um pouco de carro pelo bairro onde estávamos hospedados, El Golf, e pelo bairro Bervelly Hills para conhecer as famosas casas identificadas não por numeração, mas sim por nome! Eita povo chique!






Voltamos à Península, estacionamos o carro na Av. Gorlero e ficamos passeando a pé. Passamos pela Plaza General Artigas, pela Calle 20 (El Remanso), também denominada Fashion Road por conta das lojas chiques e de grifes. E fomos experimentar os famosos churros recheados com doce de leite do Churros Manolo. Como foram os únicos churros que experimentamos na viagem, não posso dizer que são os melhores de Punta del Este, porém que são deliciosos, isso são!

Plaza General Artigas.

Calle 20 - Fashion Road.

Churros Manolo.

Churros com recheio de doce de leite. Delícia!


Veja minha avaliação completa sobre o Churros Manolo no TripAdvisor.

Depois ficamos passeando pela Rambla del Puerto. A chuva finalmente parou e o sol, ainda tímido, começou a querer aparecer, dando sinais de que teríamos mais um lindo pôr do sol!

Puerto de Punta del Este.

Puerto de Punta del Este.


Resolvemos assistir ao pôr do sol em outra parte da Península, então pegamos o carro e fomos rodeando a Rambla General Artigas até achar um bom local para estacionar e apreciar a paisagem. Mais uma vez fomos surpreendidos por um pôr do sol espetacular!

Vista para a parte norte da Península, na direção da Playa Mansa.







Daqui, fomos para um jantar mais econômico no Las Charruitas, onde experimentamos algumas empanadas, que são uma espécie de pastéis assados.

Empanadas do Las Charruitas.


Veja minha avaliação completa sobre o Las Charruitas no TripAdvisor.

ESTIMATIVA DE GASTOS (em pesos uruguayos - UYU):

almoço no Lo de Tere: 2.000,00
sorvete: 200,00
lanche no Churros Manolo: 100,00
jantar no Las Charruitas: 400,00
TOTAL ESTIMADO: 2.700,00

GASTOS EFETIVOS:

Lembrando que a cotação é de BRL 1,00 = UYU 8,40.

- almoço no Lo de Tere (economizamos por conta dos 40% de desconto):

    cubiertos (2 x 72,00): 144,00
    jugo de naranja: 84,00
    garrafa pequena de vinho: 280,00
    filé com batatas: 582,00
    nhoque: 234,00
    TOTAL: 1.324,00 + 140,00 (propina = gorjeta) = UYU 1.464,00

Obs: A porcentagem de gorjeta (em espanhol, "propina") sugerida é de 10%.

- sorvete na Arlecchino Gelato (economizamos):

    vasos pequeños (2 x 55,00): UYU 110,00

- lanche no Churros Manolo (economizamos):

    churros com doce de leite (2 x 35,00): UYU 70,00

- jantar no Las Charruitas (economizamos):

    empanadas (4 x 45,00): 180,00
    Coca-Cola: 75,00
    água: 40.00
    TOTAL: UYU 295,00

- demais gastos (UYU):
garrafa de água: 30,00 (gasto não previsto)

TOTAL EFETIVO: 1.970,00 (economizamos!)


Por hoje foi isso! Infelizmente, a chuva atrapalhou nossos planos de aproveitar as praias, porém a cidade é muito bonita e agradável. Definitivamente, um dos melhores lugares que visitamos nesta viagem. Pena que amanhã já temos que deixar Punta bem cedinho, pois vamos para Colonia del Sacramento, cidade também do Uruguay.

2 comentários:

  1. Vou pedir pro Diego comentar aqui sobre Punta, porque choveu tanto quando fomos que não lembro de quase nada, não aproveitei em nada praticamente.

    Ah, já que não tenho o que comentar de Punta, falarei sobre alugar carro no Uruguai.... Achamos os serviços de city tour para Punta assim como o ônibus da empresa COT, que vai pra Colonia, excelentes. As estradas são ótimas, ambos os transportes tinham wifi durante toda a viagem, fora que eram super confortáveis, não senti falta de alugar carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei as estradas ótimas. Sua dica é muito pertinente para quem não quer alugar carro e pretende fazer apenas um bate-volta de Montevideo a Punta del Este. Além disso, utilizando um traslado para Colonia, não há qualquer necessidade de se ficar de carro nesta pequena cidade histórica. Obrigada pela contribuição! Aguardo os próximos comentários! Bjs.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...