31 maio 2014

[Uruguay/Argentina 2014] 10º dia: Montevideo

ROTEIRO ORIGINAL (Segunda – 10/02/2014):

Plaza Independencia
    Mausoleo al General Artigas
    Palacio Salvo
Teatro Solis
Peatonal Sarandí
    Plaza Constitución
    Catedral Metropolitana de Montevideo
Bus Turístico

RELATO DO DIA:

Tomamos café da manhã no próprio hotel, pois estava incluído na diária. Depois, seguimos a pé rumo à Plaza Independencia, onde está um dos pontos de saída do ônibus turístico. No caminho, aproveitamos para trocar mais R$ 300,00 por pesos uruguayos, sendo a cotação de 1,00 Real (BRL) = 8,60 Pesos Uruguayos (UYU), melhor que a cotação que obtemos em uma casa de câmbio no bairro Pocitos, onde nos hospedamos no primeiro dia (veja a postagem sobre a nossa chegada a Montevideo).

Chegamos à Plaza Independencia, demos uma voltinha, tiramos algumas fotos e fomos para a parada do Bus Turístico na interseção das ruas Sarandí e Juncal, bem pertinho da Puerta de la Ciudadela.

Plaza Independencia.

Mausoleo al General Artigas, no centro da Plaza Independencia.

Palacio Salvo.

Teatro Solis.

Puerta de la Ciudadela.


Compramos os ingressos na denominada "Parada 1 (Ciudad Vieja - Sarandí y Juncal)" e esperamos pelo ônibus das 10:20 para começar o tour por Montevideo. Há 10 paradas espalhadas pela cidade onde você pode descer ou subir. Ressalte-se que o ônibus passa na mesma parada a cada uma hora, ou seja, se você decidir descer em uma parada para visitar as atrações, o próximo ônibus só passará depois de uma hora para você subir e continuar o passeio.

Bus Turístico de Montevideo.


A próxima parada, denominada "Parada 2 - Explanada Municipal", é feita em frente da Intendencia (Prefeitura) de Montevideo. No 22º andar da Prefeitura há um mirante bacana com entrada gratuita (consulte o horário de funcionamento da Prefeitura de Montevideo). Havia planejado em descer nesta parada para visitar o mirante, mas não sei o que aconteceu comigo, pois me confundi toda e acabamos perdendo a visita!

Intendencia (Prefeitura) de Montevideo.

Fuente de los Candados (Fonte dos Cadeados), na esquina da Av. 18 de Julio e Calle Yí.


A próxima parada, denominada "Parada 3 - Palacio Legislativo", é feita em frente ao Palacio Legislativo e, a meu ver, não possui atrações que justificassem a nossa descida e permanência de uma hora até o próximo ônibus. Nas minhas pesquisas, além do próprio Palacio, há apenas a Plaza Primero de Mayo e o Mercado Agrícola de Montevideo para se visitar nos arredores. Além disso, achamos a região pouco movimentada.

Fachada principal do Palacio Legislativo.

Parte de trás do Palacio Legislativo.


A próxima parada, denominada "Parada 4 - Prado - Jardín Botánico", é feita no Parque Prado, onde há outras atrações além do Jardín Botánico, tais como o Rosedal e o Museo Municipal de Bellas Artes Juan Manuel Blanes. Eu havia programado a descida nesta parada, porém achamos o parque tão descuidado, com grama alta e lixos espalhados pelo chão, que desistimos de descer, sem contar que também achamos o parque pouco movimentado. E olha que o bairro Prado aparenta ser uma zona nobre da cidade.

Casarões antigos no bairro Prado.

Cruzando o Parque Prado.

Cruzando o Parque Prado.


Passamos direto pela "Parada 5 - Terminal y Shopping Tres Cruces", pois, a meu ver, o único motivo para se descer aqui é visitar o shopping de mesmo nome. Também passamos direto pelas "Parada 6 - Estadio Centenario" e "Parada 7 - Montevideo Shopping".

Fachada do Estádio Centenário.


O ônibus contornou rapidamente um trecho da Rambla (avenida costeira) do bairro Pocitos, linda por sinal, e finalmente resolvemos descer na "Parada 8 - Punta Carretas Shopping" para almoçar, esticar as pernas, descansar e usar os banheiros do Punta Carretas Shopping. Antigamente neste local funcionava a Penitenciária de Punta Carretas.

Trecho da Rambla de Montevideo.

Trecho da Rambla de Montevideo.

Entrada para o Punta Carretas Shopping.

Fachada do Punta Carretas Shopping.

Esculturas em frente ao shopping.


Resolvemos almoçar no restaurante Don Peperone, que fica na área externa do shopping. De entrada, pedimos uma Bruschetta Romana e, de prato principal, pedimos Medallones de Lomo (medalhões de filé) acompanhados de purê de batatas. Estava delicioso! Pena que o atendimento estava fraquíssimo.

Veja minha avaliação sobre o restaurante Don Peperone no TripAdvisor.

Medalhões de filé com purê de batatas.


Entramos novamente no shopping para tomar um sorvete na La Cigale e depois fomos passear um pouco na Rambla de Punta Carretas. Em seguida, voltamos à parada para esperar o ônibus e continuar o passeio.

Rambla perto do Punta Carretas Shopping.


Passamos direto pela "Parada 9 - Parque Rodó", pois não achamos muito interessante. O ônibus seguiu pela Rambla e passou em frente à Sede do Mercosul, um prédio bem bonito.

Pequeno parque de diversões no Parque Rodó.

Edifício Sede do Mercosul.


Continuamos contornando a Rambla até chegar na última (e primeira) parada do tour, denominada "Parada 0 - Mercado del Puerto". Como era o ponto inicial/final do ônibus, todos os passageiros foram obrigados a descer, sendo que o ônibus saíria novamente apenas meia hora depois. Então aproveitamos para fazer um passeio rápido pelas redondezas, incluindo o Mercado del Puerto, que aparentemente só possui restaurantes.

Prédio da Alfândega.

Peatonal (rua somente para pedestres) Perez Castellano.

Peatonal Perez Castellano.

Interior do Mercado del Puerto.

Mercado del Puerto.


Subimos novamente no ônibus e terminamos nosso passeio na Parada 1, exatamente onde começamos. Voltamos ao hotel para descansar um pouco e mais tarde voltamos a sair para conhecer a Peatonal (rua somente para pedestres) Sarandí, que se inicia na Puerta de la Ciudadela, junto a Plaza Independencia. É impressionante como esta rua é tomada por hippies vendendo coisas.

Caminhamos pela Sarandí até chegar na Plaza Constitución. Há alguns restaurantes ao redor desta praça e a Catedral Metropolitana de Montevideo. Demos uma volta, tiramos foto, vimos a polícia prendendo um homem e depois resolvemos voltar para o hotel.

Peatonal Sarandí com a Puerta de la Ciudadela e o Palacio Salvo ao fundo.

Peatonal Sarandí.

Fonte no centro da Plaza Constitución.

Catedral Metropolitana de Montevideo.


Como não achamos o centro muito seguro para se sair à noite, decidimos jantar no próprio hotel. Além disso, já estávamos em fim de viagem, cansados e com pouco dinheiro, então resolvemos dormir mais cedo também. Porém, mais uma noite mal dormida. A cama do nosso quarto era extremamente desconfortável, sem contar que o ralo do banheiro estava fedendo fortemente a esgoto. Afe! Definitivamente, o Orpheo Express foi o pior hotel que nos hospedamos nesta viagem.

ESTIMATIVA DE GASTOS (em pesos uruguayos - UYU):

lanches: 200,00
bus turístico (duas pessoas): 832,00
almoço: 500,00
jantar: 1000,00
TOTAL ESTIMADO: 2.532,00

GASTOS EFETIVOS (em pesos uruguayos - UYU):

Lembrando que a cotação é de BRL 1,00 = UYU 8,40 e UYU 8,60.

sorvete (copo pequeno): 50,00
bus turístico (2 pessoas x 416,00): 832,00
almoço no Don Peperone: 960,00
    cubierto: 57,00
    jugos de naranja (2 x 73,00): 146,00
    bruschetta: 165,00
    lomo: 503,00
    propina (gorjeta): 89,00
jantar (no hotel): 483,50
TOTAL EFETIVO: 2.325,50 (economizamos!)


O próximo e último post da série Uruguay/Argentina 2014 será para considerações finais. Falarei dos hotéis, das cidades, do clima e de outros assuntos gerais da viagem. Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...