08 junho 2014

[Uruguay/Argentina 2014] Considerações Finais

Antes de tecer as considerações finais sobre a viagem, vou relatar rapidamente o dia da viagem de volta.

Terça – 11/02/2014

Nosso voo saía de Montevideo às 14:10, então fomos tomar café da manhã um pouco mais tarde e simplesmente não havia mesa para sentar, estava tudo cheio. O serviço de limpeza e reposição das coisas era lento demais. Esse Orpheo Express Hotel só nos decepciona! Enfim, tomamos café, voltamos para o quarto para terminar de arrumar as malas e, logo em seguida, fizemos o check-out. Pedimos da recepção para chamar um táxi e fomos para o aeroporto e terminamos de gastar nossos pesos uruguayos comprando uma água! A imigração foi tranquila, porém com a fila um pouco demorada. Viajamos de Gol até Guarulhos, onde a imigração e a alfândega também foram tranquilas. Ficamos em Guarulhos por 7 horas até sair nosso voo da Tam para Manaus.

ESTIMATIVA DE GASTOS (em pesos uruguayos - UYU):

táxi para o aeroporto: 1.320,00
almoço no aeroporto: 1.000,00
TOTAL ESTIMADO: 2.320,00

GASTOS EFETIVOS (em pesos uruguayos - UYU):

Lembrando que a cotação é de BRL 1,00 = UYU 8,40 e UYU 8,60.

táxi para o aeroporto: 880,00
água no aeroporto: 40,00
TOTAL EFETIVO: 920,00 (economizamos muito!)


Agora sim! Vamos às considerações finais! Comentarei sobre os hotéis, as cidades visitadas, o clima, dentre outros assuntos gerais da viagem. 

Então vou começar analisando justamente minha estimativa de gastos e o que efetivamente gastamos.

1. Gastos Estimados X Gastos Efetivos

Os totais estimados para os gastos diários foram:

    Pesos Uruguayos: UYU 18.962,00
    Pesos Argentinos: ARG 4.959,00

Agora, somando os gastos efetivos, temos o seguinte:

    Pesos Uruguayos: UYU 13.978,00
    Pesos Argentinos: ARG 4.240,00
    Reais: BRL 171,00
    Dólares: USD 60,18

O fato é que levamos BRL 3.000,00 para trocar durante a viagem e mais alguns dólares que sobraram da última viagem aos EUA.

Fizemos as seguintes trocas para Pesos Uruguayos:

    Peso Uruguayo a 8,40 x 1.350,00 Reais = UYU 11.340,00
    Peso Uruguayo a 8,00 x 5,00 Reais = UYU 40,00
    Peso Uruguayo a 8,60 x 300,00 Reais = UYU 2.580,00
    Peso Uruguayo a 1,60 x 25 Pesos Argentinos = UYU 40,00
    TOTAL: UYU 14.000,00

Fizemos a seguinte troca para Pesos Argentinos:

    Peso Argentino a 4,30 x 1.000,00 Reais = ARG 4.300,00

No fim das contas, ainda voltamos para casa com um restinho de pesos uruguayos e argentinos e, também, alguns reais dos 3.000,00 que levamos.

Confesso que foi muito difícil estimar os gastos diários por conta da alta inflação no Uruguay e na Argentina, por isso saí jogando os valores estimados bem para cima, sem contar que também conseguimos fazer algumas economias na viagem. 

2. Clima

O verão no Uruguay e na Argentina ocorre no período de 22 de dezembro a 21 de março. Assim, nossa viagem, no início de fevereiro, ocorreu em pleno verão. Porém, chegamos a Montevideo debaixo de chuva, que nos seguiu por quase toda a viagem, devido a uma frente fria que ocasionou fortes chuvas na primeira semana de fevereiro. Uma pena, pois as chuvas acabaram atrapalhando vários passeios, principalmente em Punta del Este e Buenos Aires. O único lugar que fomos contemplados com um belo sol e, consequentemente, calor, foi em Colonia del Sacramento.

Durante a viagem, não sabíamos exatamente quantos graus estavam fazendo, porém, pesquisando no site AccuWeather, consegui as seguintes temperaturas médias para cada cidade no período visitado:

Montevideo: 25°C
Punta del Este: 23°C
Colonia del Sacramento: 29°C
Buenos Aires: 28°C

3. Aluguel de Carro no Uruguay

Achamos o aluguel de carro no Uruguay muito caro, quando comparamos com os EUA. Por isso, tentamos reduzir ao máximo o tempo necessário com um carro durante a viagem, além de termos escolhido o modelo mais básico possível! Como o GPS não estava incluído na diária, tivemos que arcar com mais esse gasto quando retiramos o carro na locadora.

Nosso carro alugado!


Além disso, são poucas as locadoras que atuam dentro do aeroporto de Montevideo e que possibilitam a retirada do carro em um domingo (nossa necessidade), sendo estas: Avis, Budget, Hertz e Europcar.

Abaixo, uma análise comparativa entre Uruguay e EUA no que tange os valores das diárias, modelo do carro, etc.

- Local: Montevideo/Uruguay
  Período: Fevereiro/2014
  Locadora: Avis
  Categoria: Econômico 1.0 (carro disponível: Chevrolet Classic)
  Diária: USD 75,00 (sem taxas e sem GPS)

- Local: Miami/EUA
  Período: Junho/2013
  Locadora: Alamo
  Categoria: Intermediário 1.8 (carro disponível: Toyota Corolla)
  Diária: USD 67.00 (com taxas e com GPS)

Outra questão que encarece o aluguel de carro no Uruguay é o valor altíssimo da gasolina. Eis os gastos:

- abastecimento em Punta del Este (nafta super UYU 41,80/litro): UYU 860,00 (20 litros)
- abastecimento em Colonia (nafta super UYU 41,80/litro): UYU 770,00 (18 litros)

4. Duração da Viagem

Tivemos ao todo 10 dias para visitar as quatro cidades. Acho que foi suficiente para visitar as atrações que selecionei. Confesso que gostei tanto de Punta del Este que não me importaria de ter ficado mais um dia por lá, de preferência com sol, é claro!

5. Hotéis

Abaixo, na ordem da minha preferência, a lista de hotéis onde nos hospedamos. Fiz avaliações para todos no TripAdvisor. Para ler, basta clicar no nome de cada hotel.

- Pousada Red Wind (Punta del Este - Uruguay)
- Hotel TRYP (Buenos Aires - Argentina)
- Hotel Palm Beach Plaza (Montevideo - Uruguay)
Hotel Ayres (Colonia del Sacramento - Uruguay)
- Hotel Orpheo Express (Montevideo - Uruguay)

6. Cidades

Agora, vou compartilhar minha opinião sobre cada cidade que visitamos.

- Punta del Este

Simplesmente amei a cidade, isto porque a chuva atrapalhou bastante nossa estadia por lá e, com isto, não pudemos aproveitar as praias. Considerada um balneário de luxo, Punta del Este é um charme só. A península é limpa, com uma Rambla (avenida costeira) super agradável para se passear, ótimos restaurantes, gente bonita, prédios luxuosos saindo por toda a parte, mansões identificadas por nomes e não por números, vistas maravilhosas e um pôr do sol incrível, pricipalmente quando visto de Casapueblo e do Puerto de Punta del Este.

- Colonia del Sacramento

Colonia é uma cidadezinha muito tranquila e charmosa, praticamente um museu a céu aberto. Além disso, existem vários restaurantes e bares espalhados pelo centro histórico. Gostei muito de ter pernoitado na cidade e ter admirado um pôr do sol tão lindo! Porém, há muitos desocupados, principalmente os jovens. Na praça do Paseo de San Gabriel, é possível ver muitos mochileiros e jovens aproveitando para beber e fumar maconha, que teve o uso liberado no Uruguay. Porém, em nenhum momento, isto representou um problema durante nossa estadia.

- Montevideo

Aqui tenho sentimentos contraditórios! No primeiro dia, nos hospedamos no bairro Pocitos e fiquei encantada com a região, principalmente com a Rambla. Porém, no fim da viagem, quando voltamos a Montevideo, ficamos hospedados no centro, em um hotel que não ajudou em nada na experiência. Apesar de ser perto das principais atrações turísticas da Ciudad Vieja, não considerei isso uma vantagem, principalmente à noite, quando o centro não disponibiliza tantas opções de entretenimento e sem contar que li vários relatos sobre a falta de segurança quando escurece.

Com relação a Montevideo como um todo, pudemos formar uma boa opinião sobre a cidade por conta do passeio do Bus Turistico. Como o ônibus faz uma bela volta pela cidade, pude constatar que, infelizmente, Montevideo está mal cuidada. Os parques e praças estão com grama alta e lixos espalhados pelo chão. Li muitos relatos controversos sobre a cidade, uns dizendo que é linda, outros dizendo que é feia. Para mim, as pessoas que dizem que Montevideo é uma cidade linda, são aquelas que visitaram apenas os bairros Punta Carretas e Pocitos! Estes sim são bairros que valem a pena se hospedar, passear, aproveitar a Rambla e os restaurantes. Por isso me arrependi muito de não ter escolhido, na volta, um hotel em Punta Carretas, próximo à parada do Bus Turistico, ao invés do centro.

- Buenos Aires

Já havia visitado Buenos Aires por duas vezes, em 1998 e 2005. Coloquei Buenos Aires mais uma vez no roteiro porque meu marido ainda não conhecia e porque fica a apenas uma hora de viagem de Colonia del Sacramento pelo Buquebus rápido. Confesso que me decepcionei um pouco desta vez... Percebi muitos monumentos e parques cercados, o que para mim significa falta de segurança, e também fiquei impressionada com a quantidade de golpes relatados pela Internet, principalmente o famoso golpe dos taxistas em trocar notas verdadeiras por falsas, golpe este do qual fomos vítimas. Achei que Puerto Madero também decaiu um pouco, claramente precisando de uma manutenção. Infelizmente, devo dizer que, se depender de mim, não haverá uma quarta visita a Buenos Aires.

Mas, para não falar somente de coisas ruins... devo dizer que comemos muito bem durante nossa estadia e que, para mim, Recoleta continua sendo o melhor bairro. Apesar de o hotel TRYP ser ótimo, eu deveria ter escolhido um hotel na Recoleta. E, ao invés de utilizar tanto táxi, acho que teria sido uma boa utilizar o Buenos Aires Bus, um ônibus turístico que faz um tour pela cidade.


Enfim, espero ter ajudado um pouco, compartilhando todo meu planejamento e meus relatos desta viagem.

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...