18 julho 2015

[San Francisco 2012] 8º dia: Napa Valley / Compras

ROTEIRO ORIGINAL (Segunda – 29/10/2012):

Napa Valley
    Almoço: Francis Ford Coppola Winery
Compras: Napa Premium Outlets

RELATO DO DIA:

Hoje acordamos bem cedo, pois teremos um bom caminho pela frente até Napa Valley, algo em torno de 111 milhas (aproximadamente 179km) de distância, sendo um percurso de umas 2 horas e 20 minutos de carro e sem trânsito.

Napa Valley é uma importante e famosa região de vinhos na California, considerada uma das mais premiadas do mundo. Há várias vinícolas onde se é possível fazer visitação. Escolhi visitar a Francis Ford Coppola Winery (em Geyserville), o que foi uma escolha altamente tendenciosa, visto que adoro cinema e tudo que está relacionado.

Esta será a terceira vez que cruzaremos a Golden Gate Bridge (a primeira foi de ônibus de turismo e a segunda de bicicleta), agora de carro.

A localização geográfica de San Francisco faz com que os nevoeiros sejam bem comuns. E hoje, a Golden Gate Bridge estava coberta de nevoeiro, fazendo com que a visão ficasse prejudicada ao cruzar a ponto. Mas não posso negar que é impressionante!

Informação Importante: A Golden Gate Bridge possui pedágio, assim como outras pontes que cruzam a baía de San Francisco. Para saber um pouco mais, clique aqui.

Golden Gate Bridge coberta com nevoeiro.

Impressionante o nevoiro sobre a ponte!


Depois que cruzamos a Golden Gate Bridge, o tempo voltou a melhorar com o céu totalmente azul! Coisas de San Francisco!

Quando chegamos à região de Napa Valley, começamos a ver vinhedos por todos os lados. Uma bela paisagem!

Após o nevoeiro na Golden Gate Bridge, céu azul!

Ao chegar a Napa Valley, já podemos visualizar vários vinhedos.


Depois de algumas horas dirigindo, finalmente chegamos a Francis Ford Coppola Winery, que fica especificamente na cidade de Geyserville. O local é lindo, todo arborizado e florido, já com as cores do outono. 

Há também uma piscina, sendo disponibilizado o aluguel de cabines, com direito à cadeira e guarda-sol, para quem quiser aproveitar melhor um solzinho. Talvez no verão!

Ficamos um bom tempo caminhando pela parte externa, que é extremamente bonita. Como o nosso tempo era curto, não fizemos nenhum tour especial para conhecer a vinícola e degustar os vinhos produzidos aqui.

Chegando à vinícola de Francis Ford Coppola.

Entrada para a vinícola.

É possível alugar cabines com direito à cadeira e guarda-sol para aproveitar a piscina.

Há flores por todos os lados!

As cores do outono começando a se destacar.

Apreciando os vinhedos.


Depois de passear bastante pela área externa, resolvemos entrar para almoçar no restaurante da vinícola, chamado Rustic. Como o dia estava tranquilo e ainda era cedo, não precisamos de reserva e nem esperamos muito tempo por uma mesa. O ambiente é extremamente agradável e o serviço foi muito atencioso, sempre com ótimas sugestões.

Para ler minha avaliação sobre este restaurante, clique aqui.

Após o almoço, fomos conhecer a galeria dedicada ao cinema, também no interior da vinícola. Não podemos esquecer que Francis Ford Coppola é um importante diretor, produtor e roteirista, que ficou bem famoso depois de dirigir o filme "O Poderoso Chefão" (e suas sequências).

Carro utilizado no filme "Tucker: The Man and His Dream", de 1988.

Os prêmios já recebidos por Coppola.

Mesa do personagem Don Corleone do filme "O Poderoso Chefão", de 1972.

Mais itens e fotos do filme "O Poderoso Chefão".

Agora o veículo visto de cima. Ele fica em uma plataforma giratória.


Anexa à galeria, existe uma lojinha onde é possível comprar vários itens, sejam de produção da vinícola ou não. Como em outubro acontece o Halloween (festa de dia das bruxas) nos Estados Unidos, então a loja estava toda enfeitada a caráter. Uma graça!

Lojinha da vinícola enfeitada para o Halloween.



Deixamos o local por volta de 1:30PM, pois ainda queríamos visitar outras atrações de Napa Valley e fazer compras no fim da tarde.

Nos despedindo da Francis Ford Coppola Winery.


Daqui, seguimos para a vinícola Beringer, que fica na cidade de Santa Helena e possui uma arquitetura linda. Não chegamos a entrar, ficamos somente na área externa passeando e tirando fotos.

Fachada da vinícola Beringer.

Passeando pela área externa da vinícola Beringer.

Conhecendo alguns vinhedos.


Infelizmente, nosso tempo em Napa Valley era bem limitado. Resolvemos deixar Santa Helena e seguir para a cidade de Napa, onde fica o Napa Premium Outlets. Afinal, já estamos há dias nos Estados Unidos e ainda não fizemos nenhuma comprinha!

Este outlet é pequeno, com apenas 50 lojas, sendo algumas das minhas preferidas: American Eagle, Ann Taylor, Banana Republic, Calvin Klein, Levi's e Tommy Hilfiger.

Dica: Cadastre-se no site da rede Premium Outlets, no VIP Club, assim vários cupons de desconto ficam disponíveis para impressão.

Informação Importante: A taxa de compras (sale tax) em Napa é 8,0%, ou seja, este percentual é acrescido ao valor de toda compra feita aqui.

Dirigindo por Santa Helena.


Ficamos apenas umas três horas no outlet e resolvemos voltar a Palo Alto.

Deixando Napa Valley rumo a Palo Alto. Esta é a Carquinez Bridge, na cidade de Vallejo.

Belo fim de dia.

Uma propaganda básica do Facebook, afinal estamos no Vale do Silício!


Para ser bem sincera, deixei Napa Valley com gostinho de quero mais. Com certeza é uma região que merecia mais tempo para ser explorada. Por isso, deixo aqui a indicação de um post da Claudia Liechavicius, do blog Viajar pelo Mundo!, sobre Napa Valley em dois dias.

Por hoje é isso! Amanhã voltamos a San Francisco para visitar o Golden Gate Park. Até lá!

Não deixe de conferir as postagens de planejamento desta viagem, clicando nos links abaixo:

- Planejamento Inicial
- Planejamento do Roteiro
- Planejamento Financeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...