05 setembro 2016

[Inglaterra/França 2015] 19º dia: Disneyland Paris

Hoje é dia de visitar o complexo da Disneyland Paris, localizado na cidade de Marne-la-Vallée, a cerca de 40km de distância do centro de Paris.

O complexo foi inaugurado em 1992 e atualmente existem dois parques: o Disneyland Park e o Walt Disney Studios Park. Além disso, o complexo ainda conta com hotéis e um centro de compras e entretenimento denominado Disney Village.

Como existe uma estação de metrô na entrada da Disneyland Paris, este costuma ser o meio de transporte mais utilizado para se chegar ao complexo.

A seguir, o relato detalhado da nossa visita, com muitas fotos, dicas e a estimativa de gastos comparada com os gastos efetivos.

ROTEIRO ORIGINAL (Quinta-Feira – 08/10/2015):

Disneyland Paris
    Walt Disney Studios Park (10:00 às 18:00)
    Disneyland Park (10:00 às 20:00)

RELATO DO DIA:

Sou uma apaixonada pela Disney e é claro que não poderia deixar de visitar os parques do complexo da Disneyland Paris!

Antes de começar o planejamento da viagem, eu já sabia da existência do parque da Disney nos arredores de Paris, antigamente chamado de Euro Disney. Contudo, durante o planejamento descobri que na verdade existem dois parques temáticos, e não apenas um como imaginava.

O primeiro parque, atualmente denominado de Disneyland Park, foi inaugurado em 1992. O segundo parque existente no complexo é o Walt Disney Studios Park, inaugurado em 2002. Além dos parques temáticos, o complexo ainda conta com hotéis e o Disney Village, um local para compras, alimentação e entretenimento, nos moldes do Disney Springs (antigo Downtown Disney), na Florida.

Como ambos os parques são relativamente pequenos, e como não tínhamos tempo disponível para visitar cada parque em dias separados, optei por visitar os dois parques em um mesmo dia. Comprei os ingressos necessários no site oficial da Disneyland Paris, com dois meses de antecedência, e recebi os e-tickets por e-mail, bastando apenas imprimir para apresentar no local.

Atenção: Um dos fatores que diferencia o preço do ingresso é o dia da visita. Por exemplo, o ingresso do tipo MINI somente é válido durante a semana (podendo haver dias excetuados); o tipo MAGIC inclui dias da semana e alguns fins de semana; o tipo SUPER MAGIC abrange as duas primeiras opções; e ainda existe o MAGIC FLEX, que não possui restrição de dia. Por isso, muita atenção na hora de comprar os ingressos, pois neste momento você já tem que estar ciente de que dia pretende visitar os parques. Consulte sempre o calendário da Disneyland Paris.

Após essas informações preliminares, vamos ao relato do dia!

Acordamos cedinho e fomos tomar café da manhã na Pomme de Pain da Boulevard du Montparnasse, totalizando em $14,00 euros para o casal.

O complexo da Disneyland Paris fica localizado na cidade de Marne-la-Vallée, a cerca de 40km de distância a leste do centro de Paris. Depois de pesquisar sobre as formas de se chegar ao complexo, resolvi que a melhor opção seria de metrô, uma vez que existe uma estação, a Marne-la-Vallée Chessy, localizada a 300 metros da entrada do complexo.

Sendo assim, depois do café da manhã, entramos na estação de metrô Montparnasse - Bienvenüe, que possui uma entrada pela Boulevard du Montparnasse, e às 09:00 compramos os bilhetes necessários, incluindo ida e volta. Cada um dos quatro bilhetes custou $7,60 euros, totalizando em $30,40 euros para o casal.

Observação: Os bilhetes de metrô que compramos no início desta viagem são válidos apenas dentro de Paris. A Disneyland está fora deste perímetro e é acessível apenas por metrô do tipo RER (Réseau Express Régional - Rede Expressa Regional). Para mais detalhes, veja a postagem sobre a nossa chegada a Paris, momento em que compramos os bilhetes de metrô.

Pegamos a linha 6 do metrô rumo à estação Nation (16 paradas, cerca de 20 minutos), onde necessariamente teremos que fazer uma baldeação. Por volta das 09:20 chegamos à estação Nation e daqui pegamos o RER A rumo à estação Marne-la-Vallée Chessy (12 paradas, cerca de 36 minutos).

Durante praticamente todo o percurso, os vagões estavam lotados e íamos espremidos que nem sardinha em lata! A situação só foi melhorar quando já estávamos próximos de Marne-la-Vallée, quando finalmente conseguimos sentar um pouco.

Às 10:10 desembarcamos na estação de metrô Marne-la-Vallée Chessy e seguimos para a entrada do complexo da Disneyland Paris. Chegando lá, nos deparamos com um monte de gente amontoada, sem filas definidas e organizadas para a entrada. Uma muvuca!

Entrada para a Disneyland Paris. Um pouco muvucada!


Depois de 10 minutos conseguimos entrar no complexo.

Durante o planejamento da viagem, montei a estratégia de visitação dos parques. Primeiro visitaremos o Walt Disney Studios Park e depois o Disneyland Park, uma vez que este último possui desfiles à tarde e o show noturno de encerramento. Com relação às atrações, vamos priorizar as inéditas e as atrações preferidas dentre as já conhecidas.

WALT DISNEY STUDIOS PARK

Seguindo para o Walt Disney Studios Park.


O Walt Disney Studios Park, inaugurado no complexo em 2002, possui temática voltada ao cinema e está dividido em quatro áreas: Front Lot, Toon Studio, Backlot e Production Courtyard.

A seguir, apresento nossa experiência no parque e as atrações visitadas em cada área temática.

- Front Lot

O Front Lot na verdade é a área de entrada do parque e que dá acesso às demais áreas temáticas e atrações. Obrigatoriamente, devemos passar pelo denominado Disney Studio 1, um galpão fechado onde o clima de Hollywood é reproduzido.

Para entrar no Walt Disney Studios Park, passamos pelo Disney Studio 1.

Interior do Disney Studio 1, um galpão fechado onde o clima de Hollywood é reproduzido.


Após cruzar o Disney Studio 1, nos deparamos à uma praça com a tradicional e famosa estátua de Walt Disney segurando a mão de Mickey Mouse.

Clássica estátua de Walt Disney segurando a mão de sua mais famosa criação, Mickey Mouse.


- Toon Studio

Assim que entramos no parque, seguimos direto para a área temática Toon Studio, onde está a maioria das atrações do parque, sendo muitas voltadas às crianças.

Aqui está o diferencial do parque, uma pequena área retratando o filme de animação Ratatouille, que se passa em Paris. Um encanto de local!

Pequena área temática dedicada ao filme Ratatouille, que se passa em Paris.


Visitamos a única atração existente, Ratatouille: The Adventure, inaugurada em 2014 e que já estava com um pequeno tempo de espera de 15 minutos. Basicamente a atração é um simulador 4D, por conta da utilização de óculos 3D e outras técnicas para apurar os sentidos, principalmente o olfato.

Confesso que fui de teimosa nesta atração, pois há anos descobri que simuladores costumam me dar náuseas! Enfim, como esta atração só existe neste parque da Disney, eu tinha que experimentar!

Entrada para a atração Ratatouille: The Adventure.


Nesta área também está o Bistrot Chez Rémy, um restaurante mais requintado dentro do parque, com serviço de mesa e culinária tipicamente parisiense. Recomenda-se fazer reserva com antecedência.

Continuamos o passeio e nos deparamos com outra pequena área agora dedicada ao filme de animação Toy Story. Aqui estão muitas atrações para crianças e duas outras bem interessantes e disputadas: Toy Soldiers Parachute Drop e RC Racer.

A atração Toy Soldiers Parachute Drop é uma torre com queda livre, estilo de atração que particularmente não curto. Por sua vez, a RC Racer é um grande arco, onde o carro sobe e desce, de um lado para o outro, tipo um pêndulo. Estava nos meus planos experimentar esta atração, porém, como eu saí nauseada do simulador do Ratatouille, acabei desistindo de ir. Uma pena!

Pequena área temática dedicada ao filme Toy Story, com a atração Toy Soldiers Parachute Drop à esquerda.

Atração RC Racer.


Ainda na área temática Toon Studio existem outros filmes de animação retratados, como Carros e Aladdin, com atrações voltadas para o público infantil. Há também uma atração bastante interessante, com tema do filme Procurando Nemo, a Crush's Coaster, uma montanha-russa no escuro. Quando decidimos visitar, o tempo de espera na fila já estava em 45 minutos. Fomos assim mesmo e acabou sendo a última atração que visitamos no parque. A montanha-russa não é radical, mas dá uns bons solavancos!

Entrada para a atração Crush's Coaster, uma montanha-russa no escuro.

Interior da atração Crush's Coaster, baseada no filme Procurando Nemo.


- Backlot

Como eu adoro uma montanha-russa, não poderia deixar de ir na Rock 'n' Roller Coaster Starring Aerosmith, atração também existente no parque Disney's Hollywood Studios, na Florida.

Entrada para a atração Rock 'n' Roller Coaster Starring Aerosmith, uma montanha-russa no escuro.


Outras atrações interessantes existentes no Backlot são Armageddon: les Effets Spéciaux, um show de efeitos especiais que optamos não visitar para otimizar o nosso tempo no parque, e Moteurs… Action! Stunt Show Spectacular, um show de ação com dublês fazendo manobras radicais com carros, motos e jet skis. Uma pena que estava temporariamente fechada. Adorava visitar esta atração no parque Disney's Hollywood Studios, na Florida.

Atualização: A atração Lights, Motors, Action! Extreme Stunt Show fechou definitivamente no parque Disney's Hollywood Studios, na Florida, em abril de 2016.

Fachada da atração Moteurs… Action! Stunt Show Spectacular. Pena que estava temporariamente fechada.


Ainda no Backlot, aproveitamos para fazer um lanche no Disney Blockbuster Café às 12:30. Escolhemos apenas um menu adulto que vinha com um sanduíche (croque monsieur), batata chips, fruta e bebida, totalizando em $14,99 euros.

- Production Courtyard

Nesta área temática podemos fazer uma imersão em Hollywood, caracterizada nas ruas, construções e decorações. Tem até uma réplica do famoso letreiro de Hollywood!

Passeando pela área temática Production Courtyard, que reproduz Hollywood.


Na minha opinião, as duas principais atrações desta área são: Studio Tram Tour: Behind the Magic e The Twilight Zone Tower of Terror.

Visitamos apenas a atração Studio Tram Tour, que, como o nome sugere, é um passeio em um trenzinho nos bastidores do cinema. É possível ver cenários, pequenas cidades cenográficas, carros e outros artigos utilizados em filmes. Além disso, durante o passeio somos surpreendidos com alguns efeitos especiais bem interessantes!

Entrada para a atração Studio Tram Tour: Behind the Magic.

Veículos que fazem o tour pelos bastidores do cinema, com a atração Toy Soldiers Parachute Drop ao fundo.

Alguns efeitos especiais são apresentados durante o tour.


Confesso que não sou fã de atrações com quedas livres, por isso não visitei a atração The Twilight Zone Tower of Terror, que também existe em outros parques da Disney, como o Hollywood Studios, na Florida, e o California Adventure, na California.

Para não dizer que nunca experimentei este famoso elevador que cai, fui em 2011 na Florida e saí da atração passando mal do estômago!

Famosa atração The Twilight Zone Tower of Terror, existente em outros parques da Disney.


Por volta das 13:40 deixamos o Walt Disney Studios Park e seguimos para o Disneyland Park.

Observação: Apesar de haver áreas delimitadas para fumantes, isto não é respeitado e as pessoas fumam por todo o parque, inclusive nas filas das atrações, se estas forem externas. Para quem não gosta do cheiro de cigarro, como eu, isso chega a incomodar bastante.

DISNEYLAND PARK

Seguindo para o Disneyland Park.


O Disneyland Park foi o primeiro parque inaugurado no complexo em 1992. A temática segue o padrão dos principais parques da Disney, como o Magic Kingdom na Florida e o Disneyland na California (primeiro parque originalmente projetado por Walt Disney).

O acesso ao parque é feito através do belo Disneyland Hotel.

O acesso ao Disneyland Park é feito através do Disneyland Hotel.


O Disneyland Park está dividido em cinco áreas: Main Street U.S.A., Frontierland, Adventureland, Fantasyland e Discoveryland.

A seguir, apresento nossa experiência no parque e as atrações visitadas em cada área temática.

- Main Street U.S.A.

Ao entrar no parque, nos deparamos com uma praça central com um coreto e várias construções ao redor, remetendo à uma pequena cidade. Inclusive, aqui se encontra o City Hall (Prefeitura), onde funciona o Guest Relations, local que centraliza o atendimento aos visitantes. Este é o padrão encontrado em todos os parques Disneyland e Magic Kingdom.

Como nossa visita foi no mês de outubro, o parque estava lindamente decorado com o tema de Halloween, além de constar na programação alguns eventos específicos para celebrar o Dia das Bruxas.

Observação: O parque Magic Kingdom, na Florida, possui o evento especial denominado "Mickey's Not-So-Scary Halloween Party" que acontece nos meses de setembro e outubro. Para participar deste evento, é necessário comprar ingressos específicos. Como o Disneyland Park, em Paris, não possui este mesmo tipo de evento, não é cobrado nenhum valor adicional ao ingresso para assistir à programação especial de Halloween.

City Hall (Prefeitura) da Disneyland, onde funciona o Guest Relations.

Coreto da praça central da Main Street U.S.A., com direito à banda tocando.

O Disneyland Park estava todo decorado para o Halloween.


Caminhamos pela rua principal do Disneyland Park rumo ao majestoso Castelo da Bela Adormecida. À título de curiosidade, o castelo existente no Magic Kingdom, na Florida, é o da Cinderela.

Caminhando pela Main Street U.S.A. Ao fundo, o Castelo da Bela Adormecida.

Castelo da Bela Adormecida no centro do Disneyland Park.


- Frontierland

Chegamos a fazer um bom lanche enquanto estávamos no Walt Disney Studios Park. Contudo, sempre tivemos o costume de almoçar "comida de verdade" mesmo quando estamos visitando os parques da Disney.

Apesar do horário, em torno das 15:00, conseguimos uma mesa no restaurante Silver Spur Steakhouse, localizado na área temática Frontierland. O restaurante é uma espécie de churrascaria, com carnes preparadas na brasa. Analisando o cardápio logo na entrada, constatamos que era um restaurante caro, mas como vínhamos economizando bastante dinheiro, resolvemos chutar o balde nesses últimos dias de viagem!

Infelizmente, o atendimento estava super, hiper, mega lento. Foi um sacrifício achar alguém para fazermos o pedido e a cestinha de pães, cortesia do restaurante, foi servida depois de quase 30 minutos que sentamos à mesa.

Pedimos um prato de frango e outro de carne bovina. Ambos possuem acompanhamentos simples como batata-frita ou batata assada, molhos e vegetais. Apesar da simplicidade, a comida estava bem saborosa.

De sobremesa, pedimos um crème brûlée, uma das minhas sobremesas favoritas! E posso dizer que aqui experimentei um dos melhores cremes de todos que experimentamos nessa viagem à França. O açúcar foi flambado na hora, deixando uma crosta quentinha e maravilhosa sobre o creme!

Nosso almoço no restaurante Silver Spur Steakhouse, localizado na área temática Frontierland.


A conta totalizou em $71,95 euros, conforme detalhamento a seguir:

- Bife de filé: 28,99
- Frango: 24,99
- Refrigerante: 2 x 4,49 = 8,98
- Crème brûlée: 8,99
TOTAL: 71,95

Como o serviço não estava incluído na conta, deixamos o valor de $7,00 euros (gorjeta de aproximadamente 10%), totalizando em $78,95 euros.

Depois do almoço, aproveitamos um pouco a área temática Frontierland, que possui duas principais atrações: Phantom Manor e Big Thunder Mountain. Ambas existem em outros parques da Disney e por isso já visitamos em outras oportunidades. Dessa vez, resolvemos visitar apenas a Phantom Manor, denominada de Haunted Mansion (mansão mal assombrada) em outros parques.

Fachada da atração Phantom Manor (mansão mal assombrada).

Atração Big Thunder Mountain, típica montanha-russa dos parques da Disney.


- Adventureland

Na minha opinião, as duas principais atrações nesta área temática são: Pirates of the CaribbeanIndiana Jones and the Temple of Peril. Existem outras áreas de playground que devem ser ótimas para crianças, mas que não visitamos.

Como a atração Piratas do Caribe já visitamos diversas vezes em outros parques da Disney, não nos interessamos em visitar por conta do tempo curto.

Por sua vez, a atração Indiana Jones and the Temple of Peril é uma montanha-russa que só existe aqui. Logo, tive que experimentar! Apesar de não ser nada radical, tem uns bons solavancos e é bem divertida!

Entrada para a atração Indiana Jones and the Temple of Peril.

Detalhes da montanha-russa Indiana Jones and the Temple of Peril. Bem bacana!


- Fantasyland

Esta área temática, como padrão, possui atrações voltadas ao público infantil. Para não dizer que não visitamos nada na Fantasyland, conhecemos o Alice's Curious Labyrinth, um labirinto com tema do filme Alice no País das Maravilhas.

Outras atrações existentes nesta área e que são comuns a outros parques da Disney são: Peter Pan's Flight, 'it's a small world' (pena que estava fechada, pois é uma atração clássica), Le Carrousel de Lancelot, Dumbo the Flying Elephant e Mad Hatter's Tea Cups.

Le Carrousel de Lancelot. O carrossel é uma atração clássica nos parques da Disney.

Visitando a atração Alice's Curious Labyrinth, na Fantasyland.

Bela visão do Disneyland Park a partir da torre da atração Alice's Curious Labyrinth.


- Discoveryland

Quem já visitou a Disney World na Florida deve conhecer a área temática Tomorrowland, no parque Magic Kingdom. Por algum motivo, aqui no Disneyland Park resolveram denominar esta mesma área de Discoveryland!

Na minha opinião, as atrações mais interessantes desta área são: Space Mountain: Mission 2Buzz Lightyear Laser Blast e Star Tours (não tão interessante para mim pois não curto muito simuladores).

Apesar de adorar uma montanha-russa, acabei não brincando na Space Mountain: Mission 2, pois já estava exausta e também porque tínhamos que nos preparar para assistir ao show noturno de encerramento do parque às 20:00.

Discoveryland e sua principal atração: Space Mountain: Mission 2.


- Desfiles e Shows

Durante todo o mês de outubro, o Disneyland Park fica especialmente decorado para a festa de Halloween (Dia das Bruxas). Por conta disso, acontece o Disney's Halloween Festival, onde pudemos assistir a um desfile (em inglês "parade") com tema de Halloween e depois a um musical apresentado pelos principais vilões da Disney.

Desfile especial de Halloween, no Disneyland Park.

Casal mais fofo: Minnie e Mickey Mouse.

Musical de Halloween apresentado pelos vilões da Disney. No centro do palco, Cruella De Vil, de 101 Dálmatas.

Vilões da Disney no musical especial de Halloween.


Além dos eventos especiais de Halloween, assistimos também ao desfile Disney Magic on Parade! (com duração de 25 minutos) e o belo show noturno A Night Time Spectacular Show: Disney Dreams! (com duração de 20 minutos), que acontece na hora de encerramento do parque.

Início do desfile Disney Magic on Parade!, no Disneyland Park.

As princesas da Disney acompanhadas de seus príncipes.

Minnie e Mickey Mouse sempre presentes nos desfiles.


O encerramento do parque no dia de hoje aconteceu às 20:00, horário em que iniciou o show noturno A Night Time Spectacular Show: Disney Dreams!. Com quase uma hora de antecedência, nos posicionamos em um local estratégico para ter uma boa visão do show.

Todos aguardando ao início do show noturno de encerramento do parque.

Iniciando o show noturno "A Night Time Spectacular Show: Disney Dreams!".

Catedral e o personagem Corcunda de Notre Dame sendo projetados no castelo.


Como o parque estava lotado, achamos melhor sair cinco minutos antes do término do show, pois não queríamos competir com toda aquela multidão para pegar o metrô de volta a Paris. Depois de uma hora de percurso, enfim chegamos ao nosso hotel em Montparnasse.

Durante a nossa visita ao Disneyland Park ainda fizemos um lanche a $20,86 euros e compramos uma pipoca a $5,99 euros.

GASTOS DIÁRIOS (em Euros, para o casal):

ESTIMATIVA DE GASTOS GASTOS EFETIVOS ECONOMIA
Bilhete de Metrô Disney: 15,20x2=30,40 Bilhete de Metrô Disney: 30,40 0,00
Alimentação: 100,00 Alimentação: 134,79 -17,40
130,40 165,19 -34,79
Saldo Anterior: 599,88 / Saldo Atual: 434,69 / Economia Geral: 79,65

2 comentários:

  1. Olá Patricia!! Parabéns pelo post. Queria uma ajuda. Sou mega fã da Disney mas nunca fui em nenhum dos parques. Desde 2007, vivo em Portugal e este ano decidi que irei. Minha dúvida é... tendo em conta os gastos em euro, vale a pena ir a Disneyland Paris ou é melhor juntar mais uns euritos para visitar Orlando? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Simone! Que bom que você gostou do post, fico feliz em poder ajudar. Com relação à sua pergunta, só posso dizer que, como uma apaixonada pela Disney, para mim vale à pena conhecer todos os parques, pois cada um possui sua singularidade. Como você já está na Europa, teria que levantar os custos de uma viagem a Paris (transporte, hospedagem, alimentação, etc). O ingresso mais barato da Disneyland Paris está 47 euros (dois parques em um dia). É claro que a Disney World na Florida não tem comparação, por conta da magnitude do seu complexo, que inclui vários parques, hotéis e diferentes áreas de entretenimento. Enquanto que você pode fazer uma viagem super rápida a Paris (e talvez até econômica) para visitar a Disneyland, a Disney World na Florida requer mais tempo e muito mais dinheiro, afinal não dá para descartar a possibilidade de uma visita aos parques da Universal também. Acho que a decisão final vai depender muito do seu orçamento e disponibilidade de tempo. Contudo, se você só puder escolher um dos dois lugares, escolha a Disney World na Florida. A experiência será bem mais incrível! Abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...