04 janeiro 2017

[Santiago 2016] 2º dia: Regiões de Vitacura e Las Condes

No relato deste segundo dia em Santiago, compartilho nossa visita ao Parque Bicentenário, na região de Vitacura, incluindo um almoço no badalado restaurante Mestizo.

Além da região de Vitacura, visitamos rapidamente a nobre região de Las Condes, com seus diversos restaurantes, bares, lanchonetes, lojas e hotéis de luxo.

A seguir, o relato detalhado deste dia, com muitas fotos e dicas, incluindo o mapa com os lugares visitados e o trajeto percorrido a pé. Ao final, a estimativa de gastos comparada com os gastos efetivos.

ROTEIRO ORIGINAL (Domingo – 23/10/2016):

Vitacura
    Parque Bicentenário
    Almoço: Restaurante Mestizo (reservado às 12:30)
Las Condes
    Rua Isidora Goyenechea
    Jantar: Pizzaria Tiramisu

RELATO DO DIA:

Acordamos cedinho, tomamos café da manhã no hotel, o qual estava incluído na diária, e por volta das 10:00 saímos rumo ao Parque Bicentenário, na região de Vitacura. A ideia inicial era pegar um táxi por conta da distância, contudo, achei que seria uma boa ir caminhando para apreciar o percurso. O dia começou frio e nublado, porém, o céu começou a limpar e finalmente o sol deu o ar de sua graça.

Curiosidade: Santiago, ou mais exatamente Região Metropolitana de Santiago, é dividida por "comunas", ou seja, divisões administrativas como se fossem os nossos chamados municípios. Por conta disso, cada comuna (ou grupo de comunas) possui sua própria administração (governo) chamado de "municipalidad". Algumas comunas da Grande Santiago são: Vitacura, Las Condes, Providencia e Santiago (centro).

A comuna de Vitacura é principalmente residencial, sendo considerada uma das melhores regiões de Santiago para se viver, por oferecer uma ótima qualidade de vida, incluindo melhor moradia, segurança, infraestrutura, meios de transporte, etc.

Em Vitacura está localizado o Parque Bicentenário, inaugurado em 2007, às margens do rio Mapocho. O parque oferece uma ótima infraestrutura aos seus visitantes, com parquinhos infantis, área reservada para treinamento de cães, áreas de descanso com muitas árvores, lagos artificiais e um badalado restaurante, o Mestizo.

Acessamos o parque pela entrada próxima à Avenida Presidente Kennedy e fomos caminhando rumo ao norte por toda a sua extensão com o objetivo de chegar à sua outra extremidade, local do restaurante Mestizo, onde temos reserva para o almoço.

Vista para os modernos prédios de Santiago a partir do Parque Bicentenário, em Vitacura.

Mami caminhando tranquilamente pelo agradável Parque Bicentenário.

Escultura denominada "La Búsqueda", no Parque Bicentenário.


Dentro do Parque Bicentenário está localizada a "Municipalidad de Vitacura", ou seja, a administração da comuna de Vitacura. O prédio tem arquitetura moderna e está rodeado de espelhos d'água, flores, pequenas lanchonetes e muitos bancos para apreciar a bela paisagem. Ambiente muito agradável. Aproveitamos para comprar uma garrafa de água a $800 pesos chilenos.

Prédio onde funciona a "Municipalidad de Vitacura", ou seja, a administração da comuna de Vitacura.

Arredores da "Municipalidad de Vitacura", no Parque Bicentenário.


Depois de uma hora passeando tranquilamente, chegamos à outra extremidade do parque, onde fica o restaurante Mestizo. Aqui encontramos lagos artificiais com cisnes e flamingos. As crianças adoram!

Parque Bicentenário, bonito e agradável.

Os belos flamingos no Parque Bicentenário.

Mirante do Parque Bicentenário, próximo ao restaurante Mestizo.


Acabamos chegando ao Mestizo às 12:00 e o restaurante ainda estava fechado. Ficamos sentadas em um banco descansando até o horário da reserva às 12:30, quando nos dirigimos novamente ao restaurante. Tivemos que esperar até 12:45, quando o local finalmente ficou pronto para abertura aos clientes.

Dica: É altamente recomendável reservar uma mesa com antecedência no badalado restaurante Mestizo, o que pode ser feito diretamente no seu site.

O restaurante possui área interna e externa, contudo, o atendente não nos deu opção de escolher onde queríamos sentar e nos levou para uma mesa no ambiente interno, o que achei bastante apropriado, pois, apesar do belo dia de sol, o tempo ainda estava frio e com muito vento.

O local é bem bonito, com decoração moderna e ambiente descolado (até o banheiro é estiloso). Sem falar que a seleção musical estava ótima!

Restaurante Mestizo, no Parque Bicentenário.

Área interna do restaurante Mestizo.

Área externa do restaurante Mestizo.


Para a minha decepção, o nosso atendente nos informou que era dia de eleições em Santiago e que, por conta disso, bebidas alcoólicas não podiam ser vendidas. Uma pena... pois estava louca para experimentar o "pisco sour", tradicional drink chileno. Tive que me contentar com suco mesmo! De cortesia, são servidos pãezinhos acompanhados de um molho bem gostoso.

De prato principal, mami pediu um "Ragú de Asado de Tira" acompanhado de nhoque e eu pedi um "Raviolón de Centolla". A "centolla" é um caranguejo gigante bem típico no Chile, e caro também!

Cardápio do restaurante Mestizo (preços de outubro/2016).


Ambos os pratos estavam muito saborosos. Apesar de eu não ser fã de frutos do mar, achei o sabor da centolla bem suave, harmonizando perfeitamente com o molho de manteiga, limão e alcaparras. A quantidade é ideal para uma pessoa, estando fora de cogitação dividir um prato para dois!

De sobremesa, pedimos um "Volcán de Chocolate" (vulgo petit gateau!) para dividir e mami finalizou com um café expresso.

Nosso almoço no restaurante Mestizo. Recomendo!


Nossa experiência até então estava perfeita. Entretanto, como o restaurante já estava lotado, o atendimento caiu drasticamente de qualidade. Demorou uns 30 minutos para conseguirmos pedir a conta e mais uns 30 minutos para conseguir pagar! Apesar deste contratempo final, recomendo fortemente o restaurante Mestizo!

Abaixo, a descrição detalhada da nossa conta:

- Ragú de Asado de Tira: 11.400
- Raviolón de Centolla: 12.900
- Suco natural: 2.900
- Limonada: 2.900
- Volcán de Chocolate: 4.500
- Café expresso: 1.700
SUBTOTAL: 36.300
- Gorjeta (10%): 3.700
TOTAL: 40.000 (aproximadamente R$210,00)

Deixamos o restaurante Mestizo um pouco antes das 15:00 e fomos caminhando até a outra extremidade do parque, por onde entramos, para dar continuidade ao resto do passeio programado para hoje.

O dia ficava cada vez mais bonito, atraindo várias famílias chilenas, e turistas, para aproveitar o domingo no parque. Muitas crianças brincando, pessoas se exercitando ou simplesmente jogadas pelos gramados lendo um livro, fazendo picnic ou namorando! Definitivamente, não poderia ter escolhido melhor passeio para este domingo, nosso segundo dia em Santiago.

Passeando pelo Parque Bicentenário.

Crianças brincando nos parquinhos disponíveis no Parque Bicentenário.

Muitos aproveitando o belo domingo de sol no Parque Bicentenário.

O Parque Bicentenário é bem arborizado e florido. Tudo muito bem cuidado e bonito.

Lago artificial no Parque Bicentenário.

Dia bom para namorar na grama! Algo que vemos muito em Santiago.


Saímos do Parque Bicentenário pela Avenida Presidente Kennedy e seguimos caminhando pela Avenida Vitacura até chegar a Rua Isidora Goyenechea, já na comuna de Las Condes, considerada também uma das melhores regiões para se viver em Santiago, com uma ótima qualidade de vida.

Eu diria que a Rua Isidora Goyenechea é a mais famosa de Las Condes, por conta de seus diversos restaurantes, bares, lanchonetes e, claro, lojas e hotéis de luxo. O padrão por aqui é altíssimo!

Como sou muito chique, resolvi visitar a Coquinaria, uma espécie de empório com restaurante dentro. Pense em um lugar requintado! E muito caro! Fiquei extasiada com todos os produtos da Fauchon de Paris, mas pelo preço nem pensar! Para não sair de mãos abanando, compramos uma caixa de chocolates sortidos da própria marca Coquinaria, no valor de $9.500 pesos chilenos, algo em torno dos R$ 50,00. Como sempre digo... quem converte não se diverte!

Detalhe de um restaurante na Rua Isidora Goyenechea, em Las Condes.

Coquinaria, espécie de empório e restaurante, em Las Condes.

Interior da Coquinaria. Amei este lugar, mas tudo muito caro!


O planejado era jantar na badalada pizzaria Tiramisu. Contudo, a pizzaria só abriria às 19:00. Como ainda eram 17:30 e estávamos exaustas das longas caminhadas, seguimos para a estação de metrô El Golf para voltar ao hotel. Aqui usamos pela primeira vez as nossas "Tarjetas Bip", um cartão pré-pago para utilização do metrô, que compramos no dia anterior (para mais detalhes, veja a postagem sobre o nosso primeiro dia em Santiago).

Passeando por Las Condes. O padrão aqui é altíssimo!

Centro comercial anexo ao Teatro Municipal de Las Condes.

Teatro Municipal de Las Condes. Ao fundo, o hotel de luxo The Ritz-Carlton.

Entrada para a estação de metrô El Golf, em Las Condes.

Dentro da estação de metrô El Golf.


Chegamos ao hotel tão cansadas que não tivemos coragem de sair de novo para jantar. Acabamos comendo frutas que pegamos do café da manhã e chocolates. Esbanjamos no almoço, agora seguramos a onda no jantar! A lei da compensação!

Abaixo, o mapa com o trajeto percorrido a pé e os lugares visitados (quase 8km... coitada da minha mãe!):




GASTOS DIÁRIOS (em pesos chilenos, para duas pessoas):

ESTIMATIVA DE GASTOS GASTOS EFETIVOS ECONOMIA
Táxi até Vitacura: 5.000 Táxi até Vitacura: 0 5.000
Almoço (Mestizo): 50.000 Almoço (Mestizo): 40.000 10.000
Jantar e lanches: 20.000 Jantar e lanches: 10.300 9.700
75.000 50.300 24.700
Saldo Anterior: 839.042 / Saldo Atual: 788.742 / Economia Geral: 15.742

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...