04 novembro 2017

[Fernando de Noronha 2017] 1º dia: Chegada a Fernando de Noronha

Depois de três voos com conexões bem apertadas, enfim chegamos a Fernando de Noronha! E já foi dentro da aeronave, no momento de aproximação para o pouso, que tive a primeira visão de tirar o fôlego: o Morro Dois Irmãos e a Baía dos Porcos! Quer saber qual a dica para não perder essa primeira visão tão incrível? Então continua lendo!

Ficamos hospedadas no Dolphin Hotel, onde a gerente Carol nos recebeu super bem e nos passou todas as informações relevantes sobre a ilha, além de ótimas recomendações sobre restaurantes. Afinal, adoro um turismo gastronômico também!

Neste primeiro momento em Noronha, aproveitamos para resolver duas questões importantes: os ingressos do Parque Nacional Marinho (PARNAMAR) e o agendamento da trilha curta do Atalaia.

E, à noite, aproveitamos para jantar no renomado restaurante da Pousada Triboju. Só posso dizer que começamos muito nosso turismo gastronômico!

RELATO DO DIA (Sábado 21/10/2017):

Saímos de Manaus às 03:45, fizemos conexão em Brasília, chegamos a Recife e finalmente pegamos o voo para Fernando de Noronha, com previsão de chegada para às 15:05. Lembrando que, devido ao horário de verão, Noronha e Brasília estão com o mesmo horário (no resto do ano, a ilha fica com uma hora a mais em relação à Brasília).

Logo que embarcamos no avião para Noronha, foram distribuídos os formulários referentes à Taxa de Preservação Ambiental (TPA) para os passageiros que ainda não haviam pago a taxa antecipadamente. Como expliquei no item 5 da postagem de Planejamento Geral, pagamos nossa TPA de forma antecipada pela internet, algo que a maioria das pessoas embarcadas não fez... interessante!

Conforme dicas que peguei durante o planejamento desta viagem (vide item 3 da postagem de Planejamento Geral), reservei assentos do lado esquerdo do avião (janela e meio), pois proporcionam uma imagem espetacular de Fernando de Noronha durante a aproximação para pouso. E olha... valeu muito à pena! Simplesmente tivemos a vista do cartão postal de Noronha: o Morro Dois Irmãos e a Baía dos Porcos. Incrível!

Vista do lado esquerdo da aeronave (assento janela) perto de pousar em Fernando de Noronha. Lindo!


Como estávamos sentadas nas primeiras fileiras do avião, conseguimos desembarcar rapidamente, tanto que fomos as primeiras da fila de quem já havia pago a TPA antecipadamente. Entreguei para a atendente os seguintes documentos referentes a mim e minha mãe: formulário de controle migratório assinado; guias de identificação do visitante; boleto com o valor correspondente à TPA; e o comprovante de pagamento. Foi tudo muito rápido! Por isso, recomendo sim realizar antecipadamente o cadastramento e pagamento da TPA pela internet.

Não despachamos mala, estávamos somente com nossas malas de bordo. Sendo assim, saímos da área de desembarque, dispensei o transfer cortesia que nos foi oferecido pelo hotel e pegamos um táxi. Esta foi uma ótima ideia, uma vez que a fila do cadastramento e pagamento da TPA já estava enorme. Imagina se tivéssemos que esperar outros visitantes por conta do transfer? Teríamos perdido um tempão!

O motorista do táxi foi super simpático e nos deu várias dicas, a começar por nos avisar de que um "swell" (vide explicação deste fenômeno no item 1 da postagem de Planejamento Geral) havia acabado de chegar à ilha e que não recomendava que fizéssemos o passeio de barco no dia seguinte, pois o mar estaria muito agitado. Ou seja, assim que chegasse ao hotel, teria que providenciar o reagendamento do nosso passeio com a Trovão do Mares. O táxi até o hotel custou R$ 23,00.

Chegamos ao Dolphin Hotel antes das 15:45, onde a simpática gerente Carol nos recebeu e prontamente nos levou até o quarto nº 08. Ela nos sugeriu trocar de roupa e aproveitar o lanche da tarde que estava sendo servido, quando ela nos passaria todas as informações necessárias sobre o hotel e a ilha. E foi exatamente o que fizemos! Trocamos de roupa e logo fomos para o restaurante do hotel aproveitar o lanchinho, pois estávamos morrendo de fome! Além do mais, tínhamos coisas a resolver ainda hoje.

Nosso quarto de número 08 no Dolphin Hotel.


Enquanto lanchávamos, Carol foi nos explicando o funcionamento do hotel e, o principal, nos explicando sobre Fernando de Noronha. A parte mais interessante para mim foi sobre as recomendações de restaurantes! Mostrei a Carol a minha lista e ela foi dando sua opinião, bastante coerente! Por sua recomendação, pedi para que ela reservasse para nós a peixada que ocorre às quintas-feiras na Pousada do Vale, a R$ 150,00 por pessoa. Será nosso jantar de despedida da ilha! Além do mais, pedi ajuda da Carol para remarcar nosso passeio de barco com a Trovão dos Mares para a quarta-feira dia 25/10/17, o que ela logo providenciou.

De buchinho cheio, fomos caminhando até o Centro de Visitantes do ICMBio, a 750 metros do Dolphin Hotel, para trocar nosso voucher (vide item 6 da postagem de Planejamento Geral) pelos ingressos do Parque Nacional Marinho (PARNAMAR). Neste momento, tivemos que fazer um cadastro fotográfico. Não havia fila e logo fomos atendidas. Lembrando que, minha mãe, por ser idosa, fica isenta do valor do ingresso.

Caminhando rumo ao Centro de Visitantes do ICMBio.

Centro de Visitantes do ICMBio, onde providenciamos os ingressos do PARNAMAR e agendamos a trilha curta do Atalaia.

Nossos ingressos do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.


De posse dos ingressos, fomos com a atendente ao lado, ainda no Centro de Visitantes do ICMBio, e agendamos a trilha curta do Atalaia, passeio que não requer guia, mas requer agendamento prévio feito de forma presencial pelo visitante, a depender da disponibilidade de vagas. Conseguimos vaga para a terça-feira dia 24/10/17, às 13:30.

Antes das 17:00 já havíamos resolvido tudo e voltamos a pé para o hotel, onde finalmente pudemos tomar um bom banho e descansar um pouco antes de sair para jantar.

Fachada do Dolphin Hotel, com o Morro do Pico ao fundo.


Nesta primeira noite em Fernando de Noronha, escolhi jantar no restaurante da Pousada Triboju, que, por sinal, está na primeira colocação do ranking do TripAdvisor!

Pedi para a recepção do hotel nos chamar um táxi e às 18:30 chegamos ao restaurante. O táxi custou R$ 19,00. A fome bateu cedo hoje, uma vez que não fizemos nenhuma refeição decente com tantos voos que pegamos...

O ambiente do restaurante é muito agradável, adorei a decoração e a tranquilidade, já que estava praticamente vazio! Escolhemos uma mesa na área interna, pois lá fora estava ventando bastante. Por diversas sugestões que li pela internet, não exitei em pedir o Risoto Salviano, um risoto de limão siciliano acompanhado de camarões em crosta de queijo parmesão. Minha mãe pediu o mesmo prato. Não sei se era a fome, mas achei o prato delicioso! Arroz no ponto "al dente" e com uma cremosidade sem virar papa depois de esfriar, e os camarões (seis unidades) estavam bem crocantes e saborosos. Tudo do jeito que gosto!

De sobremesa, dividimos um Terrine de Chocolates, terrine feita de chocolate branco e preto saborizado com licor, acompanhado de castanhas crocantes e calda de frutas vermelhas. Apesar de gostoso, para o nosso paladar, achamos muito doce e logo enjoativo...

Nosso delicioso jantar no restaurante da Pousada Triboju.


Abaixo, o detalhamento da nossa conta no restaurante Triboju:

- Refrigerante: 5,50
- Suco: 9,00
- Risoto Salviano: 2 x 85,00 = 170,00
- Terrine: 45,00
TOTAL: R$ 229,50


Importante notar que no valor da conta não vem cobrada a taxa de 10% referente ao serviço. Paguei os R$ 229,50 no cartão de crédito e deixei R$ 25,00 em dinheiro referentes aos 10% da atendente, que foi extremamente cordial, atenciosa e simpática conosco.

Pedimos para que nos chamassem um táxi e voltamos ao hotel às 19:45. A corrida custou R$ 22,00. Ressaltando que os taxistas não trabalham com taxímetro. Os valores entre um ponto e outro da ilha são tabelados. Dentre os táxis que pegamos hoje, percebi que alguns motoristas consultaram a tabela de preços e outros não...

E assim terminou nosso primeiro dia em Fernando de Noronha. Fomos dormir bem cedo, pois o cansaço da longa viagem era grande.

MAPA COM LUGARES VISITADOS:



GASTOS EFETIVOS:

DESCRIÇÃO VALOR (R$)
Táxi aeroporto - hotel 23,00
Táxi hotel - restaurante 19,00
Jantar (Triboju) 254,50
Táxi restaurante - hotel 22,00
TOTAL 318,50
Gasto Acumulado: R$ 318,50

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...